Criando VM no VirtualBox e Instalando o GNU/Linux Debian 8

Em diversas disciplinas usa-se Sistemas Operacionais GNU/Linux para a realização de laboratórios práticos, quase sempre a preferência pelo Sistema Operacional GNU/Linux Debian é soberana, talvez pela sua facilidade de instalação e administração ou pela sua ideologia. Segue um pequeno tutorial de como criar uma máquina virtual utilizando o VirtualBox e a Instalação do Debian 8.

Primeiramente tenha instalado o VirtualBox em seu computador, abra-o e na tela principal clique sobre o ícone “new” ou “novo”:

01

Será aberto uma janela para a configuração inicial de hardware da máquina virtual que está sendo criada. Defina o nome da máquina virtual à ser criada juntamente com o tipo de sistema operacional e a versão podendo ser de 32 ou 64 bits de acordo com a versão do sistema operacional hospedeiro, ou seja, que está instalado no seu computador e a versão do próprio VirtualBox:

02

Na tela seguinte é configurado o tamanho da memória RAM utilizada pela Máquina Virtual.

03


Após a definição do tamanho da memória RAM é necessário criar o disco rígido à ser utilizado pela Máquina Virtual.

04


Para que futuramente seja possível uma importação da VM em um outro computador com o VirtualBox sem possibilidade de erros escolha o Tipo de arquivo de HD como sendo o padrão VDI – VirtualBox Disk Image, nada impede que seja definido outro tipo de HD da lista mostrada.

05

É fundamental que que em laboratórios seja definido que o HD seja dinamicamente alocado, pois os  sistemas podem ser utilizados para diversas instalações de aplicações, tais como, Servidor Web, servidor de diretórios, servidor de Transferência de Arquivos entre outros.

06

Na tela seguinte é realizado a escolha do nome do arquivo que será utilizado como HD na Máquina Virtual e a localização em que o mesmo será armazenado na máquina hospedeira, também será realizado nesta tela a definição do tamanho do HD.

07


Pronto, a máquina virtual foi criada no VirtualBox. Agora é preciso apenas inicializar a máquina virtual criada para que possamos iniciar a instalação do sistema operacional GNU/Linux Debian 8.

08


Ao iniciar pela primeira vez a máquina virtual é necessário definir a ISO que será inicializada no boot contendo o sistema operacional que será instalado, clique no ícone de uma “pasta” para navegar no sistema de arquivos do hospedeiro.

09


Caso você não tenha definido neste momento, realize o procedimento abaixo e reinicialize a VM.

10

 

11

 

A seguinte tela aparecerá para que você comece a instalar o sistema operacional, pessoalmente prefiro a opção Graphical Install em 32 ou 64 bits.

12

 

Após definir a linguagem de instalação como Português do Brasil o Debian 8 avisa que no momento a tradução está incompleta para esse idioma e pergunta se deseja continuar com a instalação, escolha a opção “sim”.

13

Selecione a sua localidade, facilitará em diversas ações futuramente, inclusive no ajuste do fuso horário.

14


Defina as configurações do teclado, importante definir Português Brasileiro para que possa utilizar caracteres como o cedilha “ç”

15

 

Defina o nome que o sistema operacional responderá para rede, ou seja, o nome que ficará no arquivo “/etc/hostname”

16


Em algumas redes para que qualquer computador tenha acesso à internet é preciso configurar o proxy da rede, no caso de um proxy http(squid) ele serve para criar lista/regras de acesso à Internet. Geralmente os laboratórios não precisam de tais configurações, deixe em branco e continue com a instalação.

17

Defina a senha do usuário root(administrador do sistema)

18


Defina o nome completo do usuário padrão que será configurado no sistema para que consiga acessar o mesmo sem utilizar o usuário administrador:

19


Defina o usuário comum com o nome “aluno” para que seja fácil lembrar o usuário de acesso:

20

Nesta próxima tela é o momento para definição de senha para o usuário aluno, para que facilite lembrar da senha coloque-a como: “aluno”

21


Para que seu Sistema Operacional não tenha problemas com aplicações que exigem sincronização de horário e data será necessário configurar na próxima tela o fuso horário da localidade onde o servidor se encontra:

22


É extremamente aconselhável que a instalação do sistema operacional utilize o Gerenciamento de Volumes Lógicos – LVM, para que, caso seja necessário o redimensionamento do espaço em HD o procedimento possa ser realizado de forma simples e com risco reduzido de perda de dados.

23

Na próxima tela é exibida uma lista dos Discos presentes no computador em que você pode estar definindo a instalação do Sistema Operacional e suas partições, como só foi configurado um HD somente ele aparecerá na lista, selecione-o e continue com a instalação.

24

É aconselhável sempre instalar o Sistema Operacional com partições separadas, para evitar que uma possível falha no sistema você não venha a perder todo o conteúdo do sistema, ou, até mesmo, para que seja possível acessar o sistema em modo de recuperação para realizar ações corretivas.

25

Mesmo escolhendo as opções citadas ainda é possível corrigir ou desistir da configuração realizada através da próxima tela. Confirme suas configurações com a opção “sim” gravando as mudanças de  partições e LVM.

26

Após a confirmação das configurações é mostrada a tabela de partições, os pontos de montagem e demais informações referente ao HD. Finalize e grave as alterações.

27

Na próxima tela é mostrada as alterações solicitadas no HD, confirme com a opção “sim” e continue a instalação.

28

Como a maioria dos administradores de Sistemas Operacionais GNU/Linux instalam os pacotes(aplicativos) através da Internet por meio de Servidores que servem de repositórios de software para as distribuições é necessário configurar a localidade(o País) de onde estará o repositório que irá utilizar para a instalação de pacotes.  

29


Logo após a localidade do servidor repositório e mostrada uma lista de nomes FQDN de servidores repositórios que podem ser utilizados.

30


Como anteriormente não foi necessário configurar proxy neste momento também não será necessário.

31

Na próxima tela é solicitado que você defina se quer fazer parte do concurso de instalação de aplicativos ou não. Defina a opção "não" e prossiga.

32

Defina os grupos de aplicativos que quer instalar por padrão no seu Sistema Operacional, como é uma instalação para a realização de Laboratórios é aconselhável que defina apenas os Utilitários Standard e o servidor SSH para acesso remoto.

33


Será solicitado a instalação do gerenciador de incialização, que no debian é o GRUB, marque a opção “sim” e continue:

34


Será mostrado o HD no qual você pode instalar o GRUB ou informar manualmente o dispositivo, escolha a opção em que mostra o HD do computador onde foi instalado o Sistema Operacional.

35
Será mostrado a informação que o Sistema Operacional foi instalado com sucesso, clique em continuar. 36

Após todo esse processo a máquina virtual será reinicializada e aparecerá a tela de login, faça login com o usuário que configurou na instalação:

37


OBS.: Se observarem bem as imagens, poderão ver que todo o processo é simples e em cada passo há um texto explicativo, se tivéssemos o costume de ler todas as mensagens que aparece na tela talvez não seria necessário este tutorial, mas aproveitem o conteúdo para verem como o processo funciona antes de partir para a prática.


Imprimir  
Adicionar comentário